quinta-feira, 18 de novembro de 2010

Coração Valente, energia espiritual e levirato




Na idade da escuridão, a igreja e os dominadores usaram o conhecimento secreto sobre o sêmen, obtido dos cabalistas colocados sob tortura, para dominar os povos que se negavam a serem conquistados. Nós podemos ver isto no filme “Coração Valente” do diretor “Mel Gibson”.

A energia espiritual do homem, o sêmen, permanece na mulher mesmo depois da relação ter se encerrado. Quando ela inicia um novo relacionamento, uma nova energia é injetada em seu ventre, e o que acontece com a energia anterior, o sêmen do seu último parceiro que já estava nela? Será perdida? Não!
As duas energias brigaram entre si pela posse deste lugar sagrado (o ventre). Se o último parceiro for mais espiritual do que o primeiro, a energia do seu parceiro anterior irá embora. Mas se o primeiro for mais espiritual do que o segundo, o segundo parceiro a deixará. Isto é ainda mais forte no caso de almas gêmeas.

Casamento levirato

Um dos preceitos positivos da Torá é que quando um marido morre sem deixar filhos, seu irmão mais novo tinha a obrigação de suscitar-lhe descendência, casando-se com a cunhada.
O Zohar explica que, no momento da relação, a mulher tinha que se concentrar na imagem do marido falecido.
Este segredo era conhecido comumente na nação israelita no passado. O jovem irmão sabia que, ao se deitar com sua cunhada, seu sêmen apenas a fecundaria, mas seria o sêmen do falecido irmão quem geraria a criança.
O propósito disto era fornecer uma “vestimenta” para que o irmão falecido pudesse reencarnar no ventre da própria esposa.
A bíblia cita dois casos onde este segredo foi usado. No gênesis capitulo 38 temos a história de Judá, seus três filhos e sua nora Tamar. O marido de tamar “Er” havia sido mal diante de D´us, e acabara morrendo, ficando para seu irmão “Onan” o dever de lhe fornecer a oportunidade para reencarnar. Mas Onan quando ia a sua cunhada, sabendo que o filho não seria seu, deixava cair no chão o seu sêmen, vindo a ser morto por esta má intenção de não cumprir o levirato. No nome “Onan” vem a palavra “Onanismo” que é o equivalente a “masturbação” em português.
A Prima Nocte
De posse destes segredos espirituais, os antigos gregos forjaram uma estratégia para assimilar a nação de Israel, uma vez que eles não conseguiam fazer com que os judeus abandonassem a prática da Tora.
Eles criaram uma lei que obrigava uma jovem judia recém casada a dar sua primeira relação a um grego. Se ela não concebesse desta relação com o grego, a energia espiritual ficaria no ventre dela, e quando ela mantivesse relações com seu legitimo marido e fosse fecundada, haveria uma “mistura” profanando a não judaica de dentro para fora.
A verdade é que, uma mulher pode ser fecundada por um homem, mas conceber de outro!

Outros Mistérios

Há uma coisa que precisa ser colocada na balança, que é a fonte de onde vem o ensinamento. Há muita mistura por ai, então, você deve considerar sempre a fonte, e quanto mais antiga ela for, mais pura será. O Zohar nos revela que o Sêmen é chamado de "Ór Qatan (pequena luz)". Quando um homem mantém relações com uma mulher, ele está doando luz. Há também o seguinte segredo: Quando um homem sente desejo por uma mulher, parte da sua "nefesh (alma animal)" desce para o seu sêmen, e quando ele mantém relação com esta mulher e a fecunda, e está nefesh que será a primeira alma do bebê.
Por que as mulheres tem ou entram em depressão? Por que elas não estão recebendo luz. Mas,então, você vai perguntar: Elas não mantém relações com seus parceiros? Sim, elas mantém, mas um homem sem espiritualidade, ou que não tenha uma mente elevada, seu sêmen não é de boa qualidade, e ao invés de fazer bem à mulher, a lança na escuridão. Isto é explicado assim: Sêmen vem do hebraico biblico "Zerá (זרע)" e é escrito com as letras "Zayin, Resh e Ayin" e seu valor numérico é "277". Se subtrairmos uma letra apenas, uma outra energia será criada. E como podemos mudar a energia subtraindo uma letra sagrada? Digamos que está pessoa não seja um estudante da torah, um homem que guarde o "Shabath" como foi ordenado pelo Santo, bendito seja Ele. O Shabath, de acordo com o Sefer Yetzirá, foi criado pela letra hebraica "Zayin (ז)". Como ele não guarda o "Shabath Sagrado" ele então, arranca, subtrai a letra "Zayin" da palavra "Zerá (Sêmen)" deixando-a com defeito e resulando na palavra "Rá (רע)" que significa "Mal". Também devo revelar que "Zayin" é a palavra hebraica para "Pênis" e como você sabe, um homem para ser um Cabalista precisar ter no membro o Nome de D´us escrito, que é a Circuncisão. Em Duna, é falado sobre a Circuncisão, na parte que fala do teste do "Cavaleiro da Areia".
Muito se fala em espiritualidade, e muito do que se fala não passa de fantasia criada por mentes distorcidas, ou resultado da religião.


Rav. Misha´El Yehudá

Um comentário:

assembleiabelem disse...

Conheça nosso site, mensagens, videos, radios, forum, temas, livros gratis, PPs, Downloads, Papeis de Parede, blog, e temas importante da atualidade, Diversos Estudos, ..

http://www.assembleiabelem.br22.com

Postar um comentário